quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Caso 11


Quid Juris



A manhã acordou gélida! Num auditório estranho um bando de crianças loucas e alguns adultos de alto coturno, suspiravam de ansiedade, enquanto os minutos corriam em direção do abismo: temiam o que iriam ler no teste, com a certeza certa que o mesmo seria profundamente complicado e que muitos dos presentes teriam de regressar em Fevereiro. Nos olhares podiam ler-se os nomes feios que no silêncio gritavam ao pobre professor!
Lyonce e Viiktórya são irmãs gémeas e curiosamente até nasceram no mesmo dia, faz exatamente dezasseis anos, pelo que, se me permitem, começo por desejar a ambas os parabéns! Se é que elas têm algo a festejar, nesta data que não se evoca nem se celebra! Porque ambas estão grávidas! Lyonce está grávida do padrasto e Viiktórya de um trolha, um rapaz de 25 anos, tão bonito, que este que vos escreve, cora só de pensar!
A mais bonita das duas irmãs, comprou com o dinheiro que roubou da caixa da Igreja um carro de bebé, que lhe custou 1000 Euros! A outra comprou um maço de cigarros!
Mas, o pior pior pior, mas mesmo do pior ou, se me permite, mesmo piorio, é que Viiktórya está agarrada à cocaína e assalta velhotes para conseguir dinheiro para o vício! Já a sua irmã, passa os dias fechada no quarto a bordar o enxoval das crianças!
E termino, com uma dúvida, que me consome e me atormenta, que não me deixa dormir há treze dias e duas noites: que será da criança, filha da Viiktórya?

Nenhum comentário:

Postar um comentário