sábado, 28 de setembro de 2013

Caso 38


Todas as histórias de amor têm uma banda sonora, porque não há amor verdadeiro sem que quando nos beijamos estejamos a ouvir a nossa canção. No silêncio da paixão. Tolstoi ensinou-nos todas as famílias felizes são iguais; as famílias infelizes o são cada uma à sua maneira. E a nossa história começou como nenhuma deve começar, envolta em pecado, em mentiras, rodeada de medos e incertezas. Mas, se calhar, todas as verdadeiras histórias de amor começam assim. Mas só algumas duram para sempre. E desde aquele primeiro dia percebi que havíamos de engordar juntos. E passear na nossa praia ao fim da tarde ...
Na mesma praia onde Hermenegildo conheceu Asdrubalina, uma daquelas mulheres tão feia que dói só de olhar; felizmente Hermenegildo é invisual e nunca teve a infelicidade de a ver; mas o amor é cego e Hermenegildo ofereceu-lhe um anel de diamantes, pediu-a em casamento e ela aceitou casar com ele, porque ele era rico e a ela ninguém lhe pegava. A intimidade da lua de mel foi filmada e Asdrubalina vendeu as imagens, sem o consentimento dele, a um site, onde os alunos de Solicitadoria recorrem para se inspirar para estudar Direito das Pessoas e da Família. E num desses momentos de intimidade, Hermenegildo implorou-lhe para que ela lhe batesse com uma colher de pau, o que ela aceitou fazer, com uma dedicação tão intensa que lhe destruiu o baço! Depois comprou um barco e fugiu com aquela labreguinha da terceira fila. No carro que ele lhe tinha oferecido. Sendo que tudo ficou por pagar.
Como a vida a dois é monótona, Asdrubalina e a labreguinha convidaram Hermengarda para viver com elas e durante três anos, três dias e três horas partilharam casa, mesa e cama, uma bimby e outras coisas que o pudor me impede de partilhar. E foram felizes. Até ao dia que em foram infelizes, porque a labreguinha apaixonou-se por um rapaz de 14 anos, cheio de fôlego e energia, com um conjunto de talentos ocultos que penso não ser necessário enfatizar. E ficaram felizes quando ela engravidou, para horror dos pais dele!
Asdrubalina e Hermengarda resolveram continuar juntas, mas como sozinhas aborreciam-se, resolveram engravidar as duas; Asdrubalina aceitou ser barriga de aluguer de um casal de milionários que lhe ofereceu 50 Euros e uma operação estética; Hermengarda que tinha horror a homens, pediu a um amigo uma doação de esperma e realizou uma inseminação artificial caseira. Engravidaram ambas e hoje desconhecem quem é o pai da criança.
Quid Juris 

Nenhum comentário:

Postar um comentário